sábado, 24 de outubro de 2009

King Diamond versão Ripper Owens

Poucas coisas agradam mais a nós, fãs de música, do que ver um ídolo homenageando outro ídolo. Estava há dois dias tentando arrumar tempo para ver o link abaixo, enviado pelo irmão Fausto Cabral. Passei as últimas 48 horas só imaginando como seria ver e ouvir Tim "Ripper" Owens cantando "Abigail", o maior hit, o clássico, o "poder", o êxtase sonoro-metálico criado por King Diamond.

Valeu a espera, sem dúvida. Aqueles que não curtem rock pesado, fiquem à vontade para mudar de blog e procurar outras atividades sonoras. Àqueles que, ao contrário, adoram a sensação provocada pela força e a contundência do heavy metal, deliciem-se:




Em tempo, para quem não sabe, o norte-americano Owens foi o ilustre desconhecido que acabou escolhido para substituir Rob Halford, lendário vocalista do Judas Priest, um dos pilares de sustentação do heavy metal. O fato inspirou o fraquíssimo filme "Rockstar", mas criou o fênomeno da "duplicação" de um cantor, já que Owens iniciou a carreira cantando em bandas cover do Priest, graças ao seu timbre de voz impressionantemente similar ao de Halford. O apelido Ripper é uma alusão à música "The Ripper", um dos clássicos do Judas Priest, que fala sobre Jack, o Estripador.

O dinamarquês King Diamond, por sua vez, é um dos artistas mais "cult" do rock pesado. Começou no praticamente desconhecido Black Rose e construiu seu espaço no lendário Mercyful Fate, de onde saiu para uma brilhante carreira solo. Todos têm como característica a capacidade de cantar com timbres de voz extremamente agudos e são frontmen de altíssimo nível.

2 comentários:

Anônimo disse...

Achei que não teria a oportunidade de ouvir/ver o grande Ripper cantando King Diamond. Maravilhosa versão! Moro próximo a POA e perdi o show que ocorrera na terça... Mas assisti a todas as apresentações do JUDAS PRIEST em solo gaúcho, inclusive aquela que nos brindou com o talento de TIM "RIPPER" OWENS, em 2001.

Valeu! Abraço! Parabéns pelo extremado bom gosto musical.

ISMAEL - TAQUARA/RS

Fausto disse...

Cara, eu discordo com relação ao Ripper ser um frontman de alto nível. Acho que ele melhorou, mas no geral ele fica muito parado e canta sempre de cabeça baixa.
Maaaaaaaas tecnicamente, considero a melhor voz que eu conheci de 96 pra cá e é pra mim o melhor cantor de metal do mundo (os "deuses" Dio, Halford, Bruce e bla bla bla não entram em lista hehe)